frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

segunda-feira, 24 de julho de 2017

BÉLICA POESIA




Imagine que louco seria
Se todas as guerras violentas
Pudessem a partir desse dia
Em vez das armas sangrentas
Bombardear a terra de poesia...
Então versos novos se inventaria
Para abastecer esse bélico amor
Que do céu caindo explodira
Provocando um intenso clamor
Clemência!!! E o inimigo se renderia
E nunca mais haveria dor
Seria distribuído a todas as nações
Seriam armazenados como armas
Estoques de contaminados corações
De versos, rimas em doces palavras
Provocando perigosas inspirações
E tornassem a todos uma só raça...


NLC Poesias
 

4 comentários:

Vanessa disse...

Seria maravilhoso se todas as guerras sumissem do mundo: se todas as armas fossem transformadas em flores, todas as granadas explodissem confetes, toda lágrima se tornasse risos e todo o rancor transformado em amor...
ótimo poema, gostei bastante!!
Um grande abraço.

Escreverati De Luca disse...

Toda arma virou pó, toda bala virou doce, toda bomba uma flor. Em sua guerra não há vencedores nem perdedores. Mutilados e seifados nunca mais. Em sua guerra não há guerra, só amores... NLC, você é lindamente brilhante!!!

Cidália Ferreira disse...

Muito bonito!! Adorei

Beijinhos

Sonia M.Gonçalves Escritora e Poetisa disse...

Parabéns por tão bela Poesia amiga.É disso que precisamos, de bombardear o mundo com Poesias!!!Aplaudo-te de pé!Bjos